Informação

  1. Alimentação, relacionamentos e emoções

    Por meio do eixo cérebro-intestino, o intestino humano tem a capacidade de influenciar o funcionamento de órgãos e tecidos. Além dele, os neurotransmissores, substâncias produzidas pelos neurônios, influenciam estados emotivos, sensações de prazer e felicidade. Por isso, o intestino e os neurônios se relacionam com saúde mental.

    Os alimentos consumidos, aliados a hábitos saudáveis, têm o poder de prover energia, alegria e bom humor. Para combater a depressão, a ansiedade e favorecer a saúde mental, é importante priorizar alimentos frescos e naturais, evitando àqueles passam por processos industriais e contém aditivos alimentares, além de carboidratos refinados e farináceos.

    Veja abaixo:

     

    Leia mais »
  2. Quais são as orientações sobre o aleitamento materno?

    A convite do Grupo Total, o pediatra Adalberto Moreira de Souza contribui com a campanha Agosto Dourado com informações muito valiosas, coloca o aleitamento materno em foco, evidencia a importância dessa ação, e elucida todas as dúvidas que envolvem a amamentação e o nosso momento atual.

    Amamentar protege a criança de diversas doenças até os 3 anos de idade, entre elas as agudas, infectocontagiosas, metabólicas e respiratórias. Assim, além de contribuir para o seu desenvolvimento, gera benefícios que irão sempre acompanhar a criança.

    Assista a entrevista completa com o pediatra. Participe você também dessa ação: apoie, proteja e incentive o aleitamento materno.

    Leia mais »
  3. Amamentação: a importância deste ato

    Durante a gravidez, as mães têm muitas preocupações como: o aumento de peso, seus hábitos anteriores e posteriores ao parto, a qualidade do seu leite e a amamentação. O ginecologista e obstetra Mauro S. Casanova, em entrevista, informa como a importância do aleitamento materno vai além de somente alimentar e nutrir o bebê, abrangendo o primeiro contato e relacionamento entre mãe e filho e benefícios para a saúde.

    Assista ao vídeo completo do especialista, que fala sobre o gasto calórico do aleitamento, a diminuição de hemorragias, a prevenção de diferentes tipos de câncer, o desenvolvimento do filho e de suas defesas contra doenças, além de muitas outras informações importantes sobre amamentar.

    Leia mais »
  4. Curiosidades sobre o coração

    O coração, símbolo do amor, é o órgão principal do sistema circulatório e o responsável por transportar nutrientes para todas as partes do corpo. Sabemos que o seu papel é vital, e os cuidados com ele são essenciais. Responsável por fornecer oxigêncio e nutrientes para o organismo, possui fatos surpreendentes associados ao seu funcionamento. Confira abaixo:

     

     

    1) Um coração saudável pesa entre 250g e 400 gramas, bate cerca de cem mil vezes por dia e pode chegar a 35 milhões de batidas em um ano.

    2) Rir aumenta o fluxo sanguíneo e melhora o funcionamento do sistema vascular.

    3) O coração possui uma ligação com o corpo em sua totalidade, por meio do sistema cardiovascular.

    4) Ele não precisa da função cerebral para continuar batendo, já que é capaz

    Leia mais »
  5. O que muda no corpo humano quando envelhecemos

    Com a chegada da vida adulta, alterações naturais e graduais começam a acontecer no corpo humano, de maneira física, mental e metabólica. Esse processo contínuo e natural da vida é o envelhecimento. Os cuidados com o corpo e a mente possibilitam viver um envelhecimento saudável, permanecer ativo, independente e evitar distúrbios.

    Durante o envelhecimento, células individuais e órgãos completos mudam. Conheça algumas das transformações:

    Envelhecimento celular: As células do corpo humano são programadas para morrer e dar lugar à novas células quando envelhecem ou não são mais capazes de executar ações. Essa é uma parte normal do funcionamento do corpo humano. No entanto, o envelhecimento celular está associado a um pior funcionamento está associado. 

    Envelhecimento dos órgãos: Com o auge das funções corporais, que ocorre por vol

    Leia mais »
  6. Doação de sangue: um convite para fazer o bem

    Os meses mais frios do ano são o momento em que os bancos de sangue mais enfrentam dificuldades, já que existe uma baixa no número de doadores. Como forma de incentivo à essa campanha tão importante, nasceu o Junho Vermelho, mês que também é marcado pelo Dia Mundial do Doador de Sangue. Essa campanha conscientiza sobre como a doação de sangue é essencial em qualquer momento. 

    Maria do Carmo Favarin, médica hematologista, explica que a porcentagem atual de doadores de sangue ainda é muito pequena para a população brasileira. Em entrevista, também fala quais são os requisitos básicos para realizar a doação de sangue, as contraindicações que existem para proteger o doador e o receptor, e quantas vidas são salvas com apenas uma doação. Também, explica qual é o tempo necessário para que o volume de sangue, a quantidade de hemácias e o estoque de ferro sejam reestabelecidos no organismo do doador, e quais são os processos que acontecem depois da doação de sangue, com o ob

    Leia mais »
  7. Sabia que dormir bem é essencial para a saúde?

    O simples ato de ter uma boa noite de sono traz muitos benefícios para a saúde, tendo grande importância para o organismo. Durante a noite, enquanto dormimos, o nosso corpo começa a exercer algumas atividades de restauração, entre síntese de proteínas, reparo nos tecidos danificados durante o dia, recuperação de energias e crescimento muscular. Segundo especialistas, um adulto precisa dormir, pelo menos, de 7 a 8 horas diárias, enquanto um adolescente deve ficar na média de 8 a 10 horas de sono, a criança de 9 a 13 e um bebê necessita dormir de 12 a 16 horas no dia.

    Mas como dormir bem pode nos ajudar? Entre os benefícios que uma boa noite de sono pode proporcionar ao organismos, estão a melhora da imunidade, da concentração e do humor, além de manter uma mente, coração e físico mais saudáveis, isso sem contar os acidentes que previne, que geralmente ocorrem por conta do cansaço. Mas uma noite bem dormida de sono previne o indivíduo também contra:

    • A obes
    Leia mais »
  8. Maio Roxo: Entenda as Doenças Inflamatórias Intestinais

    A Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativasão as principais Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) e acometem qualquer idade, tendo a faixa etária jovem adulta como principal incidência. A campanha Maio Roxo alerta sobre a identificação dessas doenças que afetam o intestino e podem ter como sintomas também manifestações extra intestinais. Tratá-las no momento correto, recuperar a qualidade de vida dos pacientes e não desenvolver riscos de consequências mais graves são seus principais objetivos.

    O coloproctologista Rogério Parra explica as DII e suas características, destacando também qual é o sinal de alarme para elas: se existe uma dor abdominal frequente, cólicas fortes, emagrecimento, anemia e diarreia com sangue ou catarro, recomenda a procura de um especialista. Assista a entrevista completa com o especialista:

     

    Leia mais »
  9. Necessidades do corpo após os 50

    Frutas e legumes ricos em betacaroteno, luteína, selênio e Vitaminas C e E atuam no corpo combatendo os radicais livres que aceleram o envelhecimento, enquanto alimentos proteicos e com substâncias relaxantes, ajudam os músculos e agem como calmantes naturais, respectivamente.

    Avaliar a dieta alimentar é um momento importante durante os 50 anos, pois nessa faixa etária, o corpo precisa de nutrientes diferentes. O estilo de vida, um sono adequado e uma boa alimentação são o que definem o conceito de envelhecimento saudável. o Instituto de Medicina dos EUA (OIM), as principais mudanças em relação a vitaminas e minerais, são:

     

    Vitamina B6

    O corpo não armazena vitamina B6, o que significa que ela precisa ser consumida todos os dias. Alimentos frescos variados em uma dieta equilibrada ajudam a suprir as necessidades dessa vitamina. É benéfica para a saúde do coração e níveis de energia, e sua necessidade para o corpo passa a

    Leia mais »
  10. Vacinas Brasileiras: promessas nacionais contra a Covid-19

    Vacinas Brasileiras: promessas nacionais contra a Covid-19

    A população não ve a hora de ter sua maioria vacinada para diminuir exponencialmente o número de mortes causadas pela Covid-19 e decretar o final da pandemia. Na esperança de que seja possível acelerar o processo e gerar anticorpos ainda mais resistentes, os pesquisadores brasileiros estão desenvolvendo novas vacinas. Confira que estão em maior evidência:

    Butanvac (Instituto Butantan)

    Uma vez que já realizou os testes de laboratório, a Butanvac já está preparada para iniciar a fases do teste clínico, uma que verifica se o imunizante é seguro (fase 1), e outra que avalia as respostas do sistema imunológico (fase 2). O instituto já solicitou a autorização para a Anvisa no final de abril e aguarda um parecer para avançar esta etapa que pode durar até 20 semanas.

    Esta vacina utiliza um vírus que causa a gripe aviária, sendo inofensivo para o ser humano, modificand

    Leia mais »
Página