Cuidados com a saúde

  1. Sabia que dormir bem é essencial para a saúde?

    O simples ato de ter uma boa noite de sono traz muitos benefícios para a saúde, tendo grande importância para o organismo. Durante a noite, enquanto dormimos, o nosso corpo começa a exercer algumas atividades de restauração, entre síntese de proteínas, reparo nos tecidos danificados durante o dia, recuperação de energias e crescimento muscular. Segundo especialistas, um adulto precisa dormir, pelo menos, de 7 a 8 horas diárias, enquanto um adolescente deve ficar na média de 8 a 10 horas de sono, a criança de 9 a 13 e um bebê necessita dormir de 12 a 16 horas no dia.

    Mas como dormir bem pode nos ajudar? Entre os benefícios que uma boa noite de sono pode proporcionar ao organismos, estão a melhora da imunidade, da concentração e do humor, além de manter uma mente, coração e físico mais saudáveis, isso sem contar os acidentes que previne, que geralmente ocorrem por conta do cansaço. Mas uma noite bem dormida de sono previne o indivíduo também contra:

    • A obes
    Leia mais »
  2. Maio Roxo: Entenda as Doenças Inflamatórias Intestinais

    A Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativasão as principais Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) e acometem qualquer idade, tendo a faixa etária jovem adulta como principal incidência. A campanha Maio Roxo alerta sobre a identificação dessas doenças que afetam o intestino e podem ter como sintomas também manifestações extra intestinais. Tratá-las no momento correto, recuperar a qualidade de vida dos pacientes e não desenvolver riscos de consequências mais graves são seus principais objetivos.

    O coloproctologista Rogério Parra explica as DII e suas características, destacando também qual é o sinal de alarme para elas: se existe uma dor abdominal frequente, cólicas fortes, emagrecimento, anemia e diarreia com sangue ou catarro, recomenda a procura de um especialista. Assista a entrevista completa com o especialista:

     

    Leia mais »
  3. Necessidades do corpo após os 50

    Frutas e legumes ricos em betacaroteno, luteína, selênio e Vitaminas C e E atuam no corpo combatendo os radicais livres que aceleram o envelhecimento, enquanto alimentos proteicos e com substâncias relaxantes, ajudam os músculos e agem como calmantes naturais, respectivamente.

    Avaliar a dieta alimentar é um momento importante durante os 50 anos, pois nessa faixa etária, o corpo precisa de nutrientes diferentes. O estilo de vida, um sono adequado e uma boa alimentação são o que definem o conceito de envelhecimento saudável. o Instituto de Medicina dos EUA (OIM), as principais mudanças em relação a vitaminas e minerais, são:

     

    Vitamina B6

    O corpo não armazena vitamina B6, o que significa que ela precisa ser consumida todos os dias. Alimentos frescos variados em uma dieta equilibrada ajudam a suprir as necessidades dessa vitamina. É benéfica para a saúde do coração e níveis de energia, e sua necessidade para o corpo passa a

    Leia mais »
  4. Autismo: um transtorno do neurodesenvolvimento

    Criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Mundial da Conscientização do Autismo é celebrado no mês de abril, assim como as campanhas nacionais que chamam a atenção para o assunto: Abril Azul e Abril Multicolorido.
    Acompanhe a entrevista com a médica pedriatra Lilian Nakachima Yamada, que detalha informações importantes sobre o Transtorno do Espectro Autista, explicando os eixos do transtorno, quais são as terapias de apoio e como você pode ajudar as famílias que possuem um membro autista.

     

    Leia mais »
  5. Março Lilás: Prevenção do câncer cervical

    Em apoio a Campanha Março Lilás, o Grupo Total entrevistou Fabio Zola, Oncologista Clínico, sobre o câncer do colo do útero, também chamado câncer cervical. Neste mês de prevenção, atenção e combate da doença, colocamos em foco a importância do exame preventivo e informações sobre sintomas e diagnóstico. Confira a conversa completa com o médico:

    – O que é o câncer de colo de útero e como ele age no organismo da mulher?
    Também chamado de câncer cervical, é um tipo de tumor maligno que ocorre na região inferior do colo do uterino que fica localizado no fundo da vagina. Geralmente associado a uma infecção persistente por alguns tipos Papiloma humano (HPV). A infecção por esse vírus é muito frequente na população e não causa doença na maioria das vezes, mas pode ter a evolução desta infeção que leva a alterações celulares até a formação de um câncer. Como existe esse tempo entre a infecção inicial até a progressão para o tumor, pode ser descoberto e tratado a temp

    Leia mais »
  6. Vitaminas e nutrientes essenciais ao nosso cotidiano

    Um dos pilares para se manter uma vida saudável é a alimentação. Uma dieta rica e equilibrada é de extrema importância para que o nosso organismo se mantenha em atividade, pois todos os tipos de vitaminas e nutrientes têm seu propósito dentro do nosso corpo. Confira alguns desses auxílios proporcionados:

     

    Vitaminas A

    A Vitamina A auxilia na proteção da córnea, na integridade e função das células da pele e das mucosas, evitando infecções. Além disso, também tem ação antioxidante.

     

    Vitaminas B6, B9 e B12

    A Vitamina B6, encontrada em alimentos tanto de origem vegetal quanto animal, auxilia no metabolismo das proteínas, carboidratos e gorduras, sendo essencial para o aprimoramento do sistema nervoso central e da função cognitiva do organismo. Já a B9, também conhecida como ácido fólico, atua no metabolismo de aminoácidos e na síntese de DNA, que é essencial para o desenvolvimen

    Leia mais »
  7. Conheça a doença falciforme e a importância do teste do pezinho

    Um dos distúrbios genéticos mais comuns no Brasil, a doença falciforme tem esse nome devido a uma alteração ocorrida nos glóbulos vermelhos do sangue, que tomam um formato parecido a uma foice. Esse aspecto diferente das hemácias dificultam a circulação de oxigênio nos tecidos de todo o corpo, causando palidez, desidratação, infecções frequentes, cansaço intenso, dores no corpo (principalmente nas pernas, tórax e articulações), e podendo causar, inclusive, acidentes vasculares cerebrais (AVC).

    Segundo estatística do Ministério da Saúde divulgada em 2018, há entre 25 e 50 mil pessoas no Brasil vivendo com a doença falciforme que, por ser um distúrbio genético, é hereditário. A doença começa a se manifestar já no primeiro ano de vida do bebê, por volta dos seis meses. Por isso o popular teste do pezinho, realizado já nos primeiros dias de vida do bebê, é de extrema importância para identificar essa alteração nas hemácias e dar início ao tratamento, que envolve a prevenção de infecções, transfusão de sangue, alguns medicamentos específicos de uso oral, entre outros recursos.

    A doença falciforme tem diferentes graus de gravidade e o transplante de medula óssea tem curado alguns casos com êxito dessa doença em crianças, principalmente, apesar de ser um tratamento ainda em fase experimental.

    Você, mãe! Não deixe de fazer o teste do pezinho em seu bebê! É possível conviver com a doença falciforme, mas quanto antes identificar o distúrbio e começar o tratamento, é possível garantir uma melhor qualidade de vida para seu filho.

    Leia mais »
  8. Junho Vermelho reforça campanha de doação de sangue em período crítico

    Junto com a chegada de um novo mês, tem início também a campanha “Junho Vermelho”, voltada a doação de sangue. Todos os anos, durante o inverno, o número de doadores diminui drasticamente e, em tempos de pandemia da Covid-19, a quantidade de pessoas doando sangue tem sido menor ainda. Por isso os bancos de sangue e hemocentros de todo o país fazem um apelo à população. Que todos doem sangue e ajudem a salvar vidas.

    Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), somente 1,6% dos brasileiros doam sangue, no entanto o número ideal seria entre 3% a 5%. Dados do Ministério da Saúde revelam que houve 2,8 milhões de transfusões no país em 2017, ano em que foram realizadas, só no Estado de São Paulo, 830.140 coletas de sangue. O órgão apurou ainda que 62% dos doadores de sangue em 2017 foram do sexo masculino e 38% do sexo feminino. Nos últimos anos, as taxas de doação de sangue apresentaram níveis estáveis no Brasil, no entanto, apesar de avaliar essa estabilidade como um indício de um processo de conscientização da população, o Ministério reforça que é necessário promover e fortalecer as ações que estimulam a doação voluntária para manutenção dos estoques de sangue.

    Os homens podem doar sangue até quatro vezes em um mesmo ano, e mulheres até três. Especialistas da área constataram que uma doação apenas pode salvar até quatro vidas. Se você tem entre 16 e 69 anos, mais de 50 kg e está em bom estado geral de saúde, você pode ser um doador de sangue. Antes de doar, evite alimentos gordurosos, tenha uma boa noite de sono e lembre-se de levar um documento de identificação com foto. Salve vidas! Doe sangue.

    Leia mais »
  9. Maio Roxo alerta para doenças inflamatórias intestinais

    Outra campanha que também acontece durante este mês é a “Maio Roxo”, voltada à conscientização sobre as doenças inflamatórias intestinais (ou DII). Existem três tipos de DII: a doença de Chron, que se manifesta em qualquer parte do sistema digestório; a retocolite ulcerativa, que provoca a inflamação da mucosa do intestino grosso; e uma terceira não classificada, que possui características de ambas as anteriores. Quanto antes o paciente procurar o médico e identificar a DII, mais cedo se inicia o tratamento e passa a ter uma qualidade de vida melhor.

    Segundo a pesquisa Jornada do Paciente com DII, realizada pela Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD), essas doenças prejudicam significativamente a vida de 78% dos pacientes que as têm.

    As DII ainda não têm causa comprovada, mas podem estar relacionadas principalmente a fatores hereditários e imunológicos, além de poderem ser agravadas por hábitos diários. Também não possuem uma cura, mas o diagnóstico precoce pode levar a um tratamento, permitindo que a pessoa controle a DII e tenha uma qualidade de vida melhor, podendo ficar até completamente assintomático.

    A alimentação é um fator determinante para viver bem com a DII. É preciso evitar bebidas alcóolicas, chocolate, chá preto, café e a ingestão de alimentos considerados constipantes ou que aumentem a produção excessiva de gases.

    Ao sentir qualquer sintoma, procure o seu médico.

    Leia mais »
  10. Maio Amarelo propõe conscientização no trânsito

    O movimento “Maio Amarelo” é um dos mais conhecidos do brasileiro, pois tem um forte apelo que pode ser atendido por todos nós: chamar a atenção da população para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, e tomar medidas para diminuir esse número.

    Por conta da pandemia de Covid-19 e do alastramento do novo Coronavírus, a campanha “Maio Amarelo” está mais voltada ao digital este ano. Segundo o Relatório de Status Global sobre Segurança no Trânsito de 2019, realizado pela Organização Mundial da Saúde, a taxa de mortalidade no trânsito vem se mantendo estável nos últimos 15 anos em todo o mundo, por volta de 1,35 milhão de pessoas ao ano. Esse ainda é um número muito alto, que pode ser diminuído com ações de conscientização. No Brasil, o número de acidentes em rodovias diminuiu 2.6% em 2019 em relação a 2018, porém o número de mortos e feridos aumentou 3,3% no ano passado, a primeira vez que o índice cresce em sete anos. Foram 5.332 pessoas mortas em acidentes de trânsito.

    Em 2010, a Assembleia-Geral das Nações Unidas definiu o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Desde então, a campanha “Maio Amarelo” tem ganhado mais força para conscientizar a população e evitar acidentes de trânsito, que já são os primeiros responsáveis por mortes de jovens no mundo na faixa entre 15 e 29 anos, por exemplo.

    As ações de conscientização podem ser realizadas por quaisquer instituições ou pessoas que queiram aderir à campanha no seu bairro ou comunidade. O site www.maioamarelo.com contém orientações e exemplos de ações voltadas aos cuidados no trânsito para total apoio.

    Leia mais »
Página