Covid-19

  1. A saúde mental e a sua importância na pandemia

    27 de agosto é dia de homenagear um profissional que tem sido de suma importância neste momento: o psicólogo. A saúde mental e os problemas enfrentados por grande parte da sociedade brasileira – como a ansiedade, depressão, crise do pânico e fobias – junto a limitação do ir e vir e do convívio social tornaram-se pauta junto a pandemia.

     

    Para que a saúde mental, pensamentos, ideias e sentimentos estejam em equilíbrio, é necessário um cuidado especial e acompanhamento profissional. O psicólogo cura com a palavra: é ele quem ajuda o ser humano a racionalizar emoções confusas e incompreensíveis, além de auxiliá-lo a lidar com os diversos acontecimentos e questões do cotidiano.

     

    Leia mais »
  2. Quais são as orientações sobre o aleitamento materno?

    A convite do Grupo Total, o pediatra Adalberto Moreira de Souza contribui com a campanha Agosto Dourado com informações muito valiosas, coloca o aleitamento materno em foco, evidencia a importância dessa ação, e elucida todas as dúvidas que envolvem a amamentação e o nosso momento atual.

    Amamentar protege a criança de diversas doenças até os 3 anos de idade, entre elas as agudas, infectocontagiosas, metabólicas e respiratórias. Assim, além de contribuir para o seu desenvolvimento, gera benefícios que irão sempre acompanhar a criança.

    Assista a entrevista completa com o pediatra. Participe você também dessa ação: apoie, proteja e incentive o aleitamento materno.

    Leia mais »
  3. Vacinei, e agora? Esclareça dúvidas sobre a vacinação

    A vacina contra a Covid-19 tem se provado extremamente eficaz para diminuir o contágio e praticamente zerar os números de mortes nos locais onde já foi aplicada em uma média entre 70% e 80% da população, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Apesar de nenhuma vacina hoje do mercado garantir a eficácia de 100%, a forma mais grave da doença após o contato com o novo coronavírus é evitada com sucesso pelos imunizantes. As agências reguladoras nacionais, como a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no Brasil, analisam todos os dados provenientes dos ensaios clínicos das vacinas antes de autorizar o uso dessas, que continuam sendo acompanhadas e monitoradas de perto, mesmo após a aprovação. (...)

    Leia mais »
  4. Vacinas Brasileiras: promessas nacionais contra a Covid-19

    Vacinas Brasileiras: promessas nacionais contra a Covid-19

    A população não ve a hora de ter sua maioria vacinada para diminuir exponencialmente o número de mortes causadas pela Covid-19 e decretar o final da pandemia. Na esperança de que seja possível acelerar o processo e gerar anticorpos ainda mais resistentes, os pesquisadores brasileiros estão desenvolvendo novas vacinas. Confira que estão em maior evidência:

    Butanvac (Instituto Butantan)

    Uma vez que já realizou os testes de laboratório, a Butanvac já está preparada para iniciar a fases do teste clínico, uma que verifica se o imunizante é seguro (fase 1), e outra que avalia as respostas do sistema imunológico (fase 2). O instituto já solicitou a autorização para a Anvisa no final de abril e aguarda um parecer para avançar esta etapa que pode durar até 20 semanas.

    Esta vacina utiliza um vírus que causa a gripe aviária, sendo inofensivo para o ser humano, modificand

    Leia mais »