A população negra na saúde

novembro 20, 2020 by Paulo Gomes0
medico-negro-brasil-1200x800.jpg

20 de novembro é um dia dedicado à batalha da população pelo fim do racismo e luta por igualdade. No Dia da Consciência Negra é importante também colocar em pauta como esse desafio continua presente no dia a dia da sociedade, refletindo a grande desigualdade existente na educação, no mercado de trabalho, na saúde e em direitos básicos. Algumas políticas públicas foram pensadas para diminuir essa discrepância: a Lei 12.711/2012 aumentou o número de negros nas universidades públicas, mas a presença de estudantes autodeclarados como pretos e pardos nos cursos mais concorridos, como a medicina, ainda continua baixa.

 

Outro exemplo é a Lei 12.990/2014, que reserva 20% das vagas em concursos públicos para negros. A iniciativa desse projeto de lei foi justificada pelas desigualdades nos anos médios de escolaridade, menor acesso à informação e perspectiva de aprovação em concursos públicos.

 

Se olharmos para a área da saúde em 2020, podemos ver mais exemplos discrepantes entre brancos e negros. As oportunidades de trabalho para médicos e enfermeiros no primeiro semestre do ano cresceu 30%, se comparado a 2019. Em dados levantados pela plataforma Quero Bolsa, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), esses profissionais negros desta área tiveram contratos e remuneração menores que os profissionais brancos, em plena pandemia do novo coronavírus (dados de janeiro a junho de 2020).

 

Médicos: negros foram contratados 44% menos que brancos e receberam uma remuneração média 18,7% mais baixa que os brancos. Quatro estados brasileiros pagaram salários maiores para médicos negros.

Enfermeiros: negros foram contratados 12,9% menos brancos e receberam uma remuneração média 12,6% mais baixa que os brancos. No Brasil, nove estados pagaram um salário maior para enfermeiros negros.

 

Nessa luta contra a discriminação, uma healthtech de impacto social chamada AfroSaúde torna possível que a população negra tenha um atendimento mais especializado e que os profissionais de saúde negros conquistem maior protagonismo e visibilidade dentro da sua área de atuação. Ainda que ações como o desenvolvimento dessa startup seja extremamente importante, é necessário que a sociedade se una como um todo para que possamos chegar a um objetivo maior de integração social.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *




(17) 3279 3809



LOCALIZAÇÃO

Rua Senador Virgílio Rodrigues Alves
430, Centro – Olímpia / SP


E-MAIL

adm@totalpopular.com.br


Aqui é BARATO de verdade!




Desenvolvido por Audiovisual Comunicação Integrada – 2018.